Mary Jones e a história da Bíblia Sagrada

29/10/2014 15:18

Mary Jones nasceu em dezembro de 1784, no País de Gales, Reino Unido. De família metodista e muito pobre. Com nove anos de idade foi alfabetizada pelo reverendo Thomas Charles da cidade de Bala (cidade vizinha). Mary costumava visitar uma fazenda que ficava há 2 quilômetros de sua casa para ler um exemplar da Bíblia que havia naquela fazenda. Pelo desejo de ler a bíblia, Mary Jones decidiu que teria sua própria e estabeleceu então esta meta para si.

Naquele tempo as bíblias eram raras e caras, portanto privilégio de poucos, ainda mais para uma pobre menina que morava em uma pequena vila chamada Alan. Apesar das dificuldades, Mary Jones trabalhou por 6 anos até conseguir o valor necessário para compra de um exemplar da Bíblia; aos 15 anos conseguiu o suficiente. O pastor de sua igreja lhe informou que não era possível comprar Bíblias em Alan, nem nas vilas vizinhas. Ela só conseguiria encontrar um exemplar na cidade de Bala. Este era um grande obstáculo, pois esta cidade ficava a 25 milhas (cerca de 40 km) de distância.

Numa manhã de 1800, Mary Jones saiu para comprar a sua Bíblia. Ela tinha a frente uma caminhada 25 milhas por meio de vales, riachos e montanhas, de sua casa em Alan até a cidade de Bala. No inicio da noite, Mary chegou à casa do Rev. Thomas Charles, o único homem com Bíblias a venda na cidade. No entanto, todas as cópias Sr. Charles já haviam sido vendidas. Ao receber esta notícia, Mary começou a chorar; um tempo depois, e também mais calma, contou toda sua longa história ao Rev. Thomas Charles que ficou de coração partido. Comovido, retirou do seu armário uma das Bíblias já vendidas e entregou a Mary Jones.

Esta visita provocou um profundo impactado no Rev. Thomas Charles, ele começou a se perguntar o que poderia ser feito para outros, que como Mary, ansiavam pela Bíblia, não só no país, mas em todo o mundo. Então, foi proposto ao Council of the Religious Tract Society (Sociedade de Folhetos Religiosos ) a criação de uma sociedade para abastecer País de Gales com Bíblias. E, em 1804 foi fundada, em Londres, a Sociedade Bíblica Britânica e Estrangeira.

Mary Jones morreu em 1864, a bíblia pela qual caminhou 25 milhas para comprar, está preservada nos arquivos da Sociedade Bíblia em Cambridge (Cambridge University Library). Esta exemplar é uma cópia da edição de 1799 da Bíblia de Gales e também contém o Livro de Oração Comum em galês.

Este é um resumo da história de Mary Jones, uma menina galesa de 15 anos de idade, que andou 25 milhas (40 Km) em busca de uma Bíblia. Sua história inspirou a fundação da Sociedade Bíblica que deu origem a um movimento pró Bíblia em todo o mundo. Hoje, existem mais 145 Sociedades Bíblicas em mais de 200 países, com a missão de difundir as Escrituras Sagradas entre todos os povos do mundo e em suas respectivas línguas.

 

Referências:

A história de Mary Jones, o início do movimento das Sociedades Bíblicas. Ed. Sociedade Bíblica do Brasil 2009

CARTER, Mary. Mary Jones e Sua Bíblia. Casa Publicadora Menonita 2003

The story of Mary Jones; Bible Society.. < http://www.biblesociety.org.uk/about-bible-society/our-work/mary-jones/>

 

Por: Ricardo Moreira Braz do Nascimento